Internacionalização de Empresas: Primeiros Passos

74 / 100 SEO Score

A Internacionalização de empresas é uma excelente oportunidade de atuar em diferentes segmentos e tornar a sua organização mais competitiva no mercado interno e externo.

Em uma sociedade globalizada expandir o seu negócio para novos territórios e segmentos é o caminho natural para diminuir o impacto das concorrentes estrangeiras.

No futuro a maioria das empresas devem se internacionalizar ao menos que parcialmente, fazendo investimentos graduais para impor sua presença física em outros territórios.

Temos como exemplo a Amazon, que em 2012 entrou no mercado brasileiro exercendo sua presença online, vendendo apenas Kindles e E-books, somente em 2014 passou a vender livros físicos e apenas em 2017 começou a comercializar eletrônicos.

Os Desafios Para a Internacionalização De Empresas

Para integrar a sua empresa com outra nação será necessário transpor algumas barreiras inerentes a esse processo.

Você precisará entender a cultura do mercado que está entrando.

Será que o seu produto é adequado ao pensamento local? Será que é necessário algum tipo de customização para que se torne atraente aos olhos dos novos clientes?

As legislações e normas alfandegárias são diversas e é importante entender profundamente esses pormenores para conseguir internacionalizar sua empresa sem ter problemas com as autoridades do país de destino.

Por último, avalie o risco cambial. A taxa de câmbio é uma das variáveis mais importantes na internacionalização de empresas, pois irá impactar diretamente no seu lucro.

O que é a taxa de câmbio?

A taxa de câmbio é o valor da moeda estrangeira em relação a nacional, ou seja, você precisa entender quantas unidades de real irá gastar para obter uma unidade de outra moeda.

Essa taxa varia diariamente, sendo assim é necessário estudar as variações e em alguns casos tomar medidas protetivas oferecidas por bancos especializados em transações internacionais.

A Internacionalização de Empresas é Para Todos?

É essencial que seja feita uma análise para entender se a empresa está pronta para se internacionalizar, ou se ela pode se preparar para isso.

Primeiramente você deve fazer uma análise interna. Qual o ponto forte de sua empresa, no que ela se destaca internamente? No que ela pode se destacar externamente?

Quais os recursos disponíveis? Veja como está sua capacidade de produção e investimento para ampliá-la caso seja necessário.

O que você espera da internacionalização de empresa?

Faça uma estimativa de quanto espera ter de lucro e em quanto tempo quer ter o retorno do seu investimento.

Uma vez que você analise esses aspectos entenderá qual o melhor caminho para a internacionalização, lembrando que capacidade de produção apenas, não é suficiente.

Baseie-se no tripé: Pesquisa do mercado alvo – Visão de longo prazo – Marketing

 

Porque Internacionalizar Minha Empresa?

A internacionalização é um caminho para que sua empresa se mantenha competitiva através do ganho de novos mercados, ampliando suas vendas e captando novos clientes.

Como já sabemos, não podemos evitar que nossas fronteiras recebam diariamente produtos estrangeiros, com a exportação é possível se fortalecer frente a essa concorrência.

A medida que você opte pela internacionalização de empresa, você diversifica o risco e automaticamente se protege da instabilidade do mercado interno.

Você conta também com a diminuição de custos. Para diversos segmentos o governo reduz a carga tributária para a produção de itens para exportação.

Uma vez que você decida pela internacionalização de empresa, a sua produção irá aumentar e junto com ela o seu poder de barganha junto aos fornecedores, possibilitando uma melhor negociação de valores.

Internacionalização De Empresa: As Etapas da Exportação

Agora que você conheceu algumas das vantagens de internacionalizar sua empresa, vamos entender as etapas desse processo.

Escolha produtos que se encaixem nas necessidades do seu mercado alvo. O produto deve estar de acordo com a legislação do país de destino.

Quando se decide pela internacionalização de empresa, é necessário se adequar às exigências e requisitos técnicos de cada país.

O próximo passo é verificar o quanto sua empresa consegue produzir e destinar ao mercado externo em um primeiro momento.

Faça sua operação de forma gradual e consistente optando por iniciar com poucos mercados ou até mesmo com apenas um outro país.

Analise o mercado e identifique as fraquezas da concorrência, explore as demandas que não estão sendo atendidas ou ainda não foram percebidas.

Outra opção é fazer uma busca para conhecer novos nichos, nesses casos o volume de vendas costuma ser menor, entretanto tem maior lucratividade.

A exportação costuma ser o passo inicial para a internacionalização, é a forma simplificada de entrar em outros mercados, com baixo nível de investimento e risco.

A operação é feita com a intermediação de um agente que promove e comercializa em troca de uma remuneração percentual.

Quando a operação cresce o caminho natural é estabelecer uma subsidiária de vendas e em alguns casos se faz necessário a abertura de uma filial no país alvo.

Considere os mecanismos de internacionalização de empresas brasileiras, as campanhas de marketing devem estar alinhadas com a cultura e legislação dos seus clientes no exterior.

Analise a concorrência e identifique no que sua oferta pode diferenciar-se para esse novo consumidor, sempre se baseando nos padrões locais.

Torne seu material acessível, ou seja, traduza para o idioma local. É importante verificar se a tradução do nome do seu produto para o novo idioma vai soar bem.

Para internacionalizar seu negócio estabeleça uma relação com importadores e distribuidores.

Forneça as informações necessárias para que ele conheça seu produto, condições de venda, preço unitário, prazo de entrega, aspectos técnicos, tempo de produção e etc.

Quando pensamos em internacionalização de empresas é importante que as operações sempre estejam formalizadas, através de contratos ou de um protocolo que chamamos de gentlemen agreement.

Nesse documento as partes comprometem-se com a compra e venda das mercadorias ou serviços em um determinado período de tempo.

Esse é o ponto que podemos chamar de pré-exportação, nesse momento é iniciada a habilitação da sua empresa nos órgãos competentes.

Internacionalizar empresas significa estender as suas vendas para outros territórios que muitas vezes são muito diferentes do Brasileiro.

Exatamente por isso é importante muita organização para que todas as etapas burocráticas sejam cumpridas.

Tramitações de documentos, contratação de transportes, contratações de seguros e pagamentos.

Erros Comuns na Internacionalização de Empresas

Se você está interessado em tornar sua empresa uma exportadora atuante, deve se atentar para não cometer os erros abaixo:

É importante que o projeto de internacionalização de empresa atenda um plano detalhado de estratégia de crescimento gradual da sua organização.

 

Facebook Comentários